A zona de conforto não é um lugar nada confortável

follow url Como venho falando nos últimos textos, a mudança é necessária quando já não queremos mais estar onde estamos. Isso vale para um trabalho, um cargo, uma carreira, um relacionamento, uma cidade, um país. Vale para qualquer coisa que podemos chamar de http://awwadco.com/?p=dissertation-online-search zona de conforto. Eu queria muito dizer que sair da zona de conforto não dá medo. Mas dá. Dá um medão danado. E por isso mesmo tem muita gente que não consegue deixar esse lugar quentinho e seguro, que não oferece riscos – um lugar que de confortável só tem o nome.

follow Não há nada de errado em querer continuar onde está. É possível estar completamente satisfeito com a vida profissional, amorosa e social – e que bom que tem muita gente feliz assim. Mas a vida é um laboratório onde estamos constantemente experimentando e criando, e a segurança é uma ilusão. Olhe bem o meu exemplo: eu finalmente havia encontrado um lugar incrível para trabalhar, exercendo aquilo que mais gostava, e pum! Tudo foi pelos ares, como conto no final desse Who Wants To Do My Homework For Me manifesto. Ou seja, nem mesmo o emprego mais seguro e confortável do mundo pode realmente ser seguro e confortável o tempo todo.

legal essay writing service Por isso, acredite, a zona de conforto está longe de ser um lugar confortável. Somente fora dela é que podemos crescer, transformar, criar e mudar. Quando entramos em uma sala de aula de um curso qualquer, temos que tomar uma decisão rápida – onde sentar. Do lugar onde sentamos, a gente pode fazer novos amigos, colegas de classe, podemos ter uma comunicação mais efetiva com o professor, ou simplesmente podemos olhar o sol pela janela. Ou seja, até as escolhas cotidianas são importantes. A vida é cheia dessas escolhas, às vezes difíceis e perturbadoras, às vezes simples, como decidir onde sentar em uma sala de aula. Mas todas as escolhas trazem uma consequência.

http://sedoretire.com/?p=custom-admissions-essay-nyu Para fazer escolhas e tomar decisões, faça uma avaliação sem filtro da sua vida como ela está hoje. Esqueça a vida colorida que você leva no Instagram. Avalie a sua vida como de fato ela é. Você está feliz em quais áreas? E em quais aspectos você está insatisfeito? Onde você está estacionado? O que pode ser feito para mudar isso?

click Comece saindo da rotina nas pequenas coisas. Coma em restaurantes diferentes, conheça lugares em bairros distantes, faça um caminho novo para o trabalho. Viaje. Não importa quanto dinheiro você tenha, faça pequenas viagens para cidades vizinhas, de ônibus, de carro, de carona. O mundo é muito maior do que nossa vista alcança. E posso garantir que todos aqueles que saíram da zona de conforto se arrependem de não ter feito isso antes: afinal, como pude ficar tanto tempo naquele lugar escuro?

watch Encontro você nos próximos textos! Mas se você quiser ter conteúdo diretamente na sua caixa de entrada, assine a newsletter… see you soon!